Tarde...


Quando você pensa que está indo para o caminho certo e estável, abre bem os olhos, você pode perfeitamente continuar em cima da corda bamba que é a vida, a qualquer momento você poderá cair, o seu "estar bem" na verdade é apenas um momento de equilíbrio, logo acabará, voltará as dificuldades, nada indica que você está em terra firme, que já pode caminhar sem se preocupar, sem medo, sem cair...
Tudo está confuso, mais um vez, como sempre, pra variar, diga o que quiser, como preferir... Minha vida se parece com uma roleta russa, onde a chance de eu me dar bem é mínima e estou só no aguardo para me ferrar novamente, cansei desse sentimento sabe?
Cada vez mais complicado, quem diria que você poderia fazer uma bagunça dessa dentro de mim? Tirar o meu sono, aquele pelo qual prometi que ninguém nunca me tiraria.
Certamente eu já sabia que você era problema quando te encontrei, vi com os meus próprios olhos, vi um coração ser despedaçado pela suas mãos, presenciei com minha carne e osso. Por ironia do destino, vida ou azar, chame do que quiser, eu dei as caras, fui atrás de você, pois seu jeito de me olhar me deixou intrigada, quis saber mais, e comecei a depender de você, do seu sorriso, e das suas palavras que agora não servem para nada, nem mais para me fazer sorrir.
Me enrolei em seus braços de modo que não consegui mais sair, fiquei presa no nó que eu mesmo atei.
Ao seu lado me sinto a beira do precipício, sei que tudo tem seu risco, mas eu já sabia que a brisa lá em cima é boa, mas que quando ela acabasse eu iria cair, desprevenida e iludida.
Quando eu perceber será tarde.
Tarde demais para colocar Band-Aids nos machucados, tarde demais para colar os pedaços tarde demais para me proteger da realidade...
Quando eu perceber será tarde.

You May Also Like

0 comentários